Tenente Laurentino Cruz comemora hoje seus 22 anos de Emancipação Política e Administrativa


Há exatamente 22 anos era criado o município de Tenente Laurentino Cruz, um pequeno município brasileiro do estado do Rio Grande do Norte. Localizado a 229 km da capital do estado Natal, o mesmo está inserido no Planalto da Borborema com um altitude média de 730 metros, sendo portanto, o município mais alto do estado do Rio Grande do Norte, considerando-se a altitude da sede.

Conhecido pelo seu clima frio e agradável, sua população hoje conta com pouco mais de 6 mil habitantes com uma área territorial de 74 km². Tendo com principal atividade econômica a produção de frutas tropicais como caju, pinha e graviola; castanha de caju, e produtos derivados de mandioca como farinha e fécula; conta também com uma pequena área plantada de tabaco.

Em 1977, Padre Sinval Laurentino, na época prefeito de Florânia, decidiu fundar uma nova povoação dentro dos limites de seu município começando um intenso trabalho de construção de casas de alvenaria numa região próxima a sua cidade, a chamada Alto da Serra. A iniciativa histórica do Padre Sinval fez surgir um povoado que já nasceu forte, contando com o apoio da comunidade e o interesse do poder público. O nome da cidade foi uma homenagem prestada ao pai do principal responsável pelo empreendimento.

No início da década de noventa, a povoação criada pelo idealismo empreendedor do Padre Sinval Laurentino, já era um considerável conglomerado populacional e começava a viver dias de luta por sua emancipação política. Em 16 de julho de 1993, através da Lei nº 6.450, o povoado de Tenente Laurentino Cruz foi desmembrado de Florânia e elevado à categoria de município. Hoje completa seus 22 anos de emancipação política e administrativa comemorado em grande estilo com uma das maiores festas de sua história.

Comentários