NOVAS ELEIÇÕES EM CEARÁ-MIRIM JÁ TEM DATA!

ELEIÇÕES SUPLEMENTARES

Justiça Eleitoral confirma para o dia 3 de junho, Eleição Suplementar em Ceará-Mirim



O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte-TRE/RN realizará eleições suplementares nos municípios de João Câmara e Ceará-Mirim no dia 3 de junho deste ano de 2018.

Na mesma data, também ocorrerão eleições suplementares nas cidades de Pedro Avelino, Galinhos, São José de Campestre e Parazinho, para a escolha de novos prefeitos e vice-prefeitos que substituirão os que foram cassados após os julgamentos pela Corte Eleitoral Estadual.

Na próxima segunda-feira 30/04 será publicado no Diário da Justiça Eletrônico-DJE as resoluções com o calendário eleitoral das eleições suplementares em João Câmara e Ceará-Mirim.


ELEIÇÕES SUPLEMENTARES

Zélia Santos se diz aliviada com decisão do TRE/RN e desponta, sem ambição, como possível candidata em potencial nas eleições suplementares em Ceará-Mirim

Depois de confirmada pelo Tribunal Regional Eleitoral-TRE/RN a realização de Eleições Suplementares no dia 3 de junho próximo, começa a despontar os prováveis nomes para a disputa do pleito suplementar em Ceará-Mirim.

É o caso da vice-prefeita cassada, Zélia Pereira dos Santos-PSDB, que apesar de perder o mandato cassado junto com o prefeito Marconi Barreto-PHS, permanece elegível.

Na decisão, o TRE entendeu que a inelegibilidade somente incidiria à vice-prefeita se houvesse o reconhecimento de sua participação ou de coautoria na prática dos ilícitos, o que não se verificou no caso, durante todo o julgamento.

Questionado por este blogueiro sobre se Zélia teria pretensões em disputar a eleição suplementar marcada para o dia 3 de junho, o seu esposo, Clécio Santos, disse que a ideia é discutir com os grupos que poderão caminhar juntos, daí, o melhor nome seria o indicado.

“Ela não tem ambição, mas também não recusa a possibilidade de disputar o pleito”, revela Clécio Santos.

Vale lembrar que, em quase um ano e cinco meses de gestão, Zélia foi bastante discriminada pelo agora ex-prefeito Marconi Barreto.

De acordo com familiares da ex-vice-prefeita, isso a fez sofrer bastante por ter que conviver com uma pessoa considerada por muitos como desequilibrada, no caso do ex-prefeito.

Destaca-se também, que Zélia Santos além de sentir-se aliviada com a decisão do TRE/RN, ela é uma pessoa do bem, que tem um bom trânsito em todos os segmentos da sociedade cearamirinense e, principalmente dentro do PSDB, partido pelo qual se elegeu vice-prefeita, reunindo desta forma, condições políticas e eleitorais, caso queira disputar o pleito suplementar de 3 de junho próximo,

“Ela está por demais aliviada, pode ser candidata, mas não tem ambição”, concluiu Clécio Santos.

JORGE MOREIRA

Comentários