EM PAU DOS FERROS RN: LANÇAMENTO DO LIVRO "ENTRE SALINAS E MALEDICÊNCIAS"

É Neste dia 06 de Abril lançamento do Livro "Entre salinas e maledicências" acontecerá no Centro Cultural 'Joaquim Correia' 

O livro Entre salinas e maledicências: uma leitura do romance Macau em contexto de ensino, escrito por Aparecida está organizado em quadro capítulo. Vamos dá umas dicas aos leitores antes do contato com o livro.


O primeiro capítulo, intitulado “Aurélio Pinheiro: sua trajetória e o romance Macau nos anos de 1930”, de natureza bibliográfica e crítica, traz uma apresentação do romancista, contextualização da obra no cenário da literatura potiguar, comentários sobre alguns estudos já empreendidos sobre o romance, panorama do romance brasileiro nos anos de 1930 e uma leitura crítica da obra, destacando alguns elementos sociais.

O segundo capítulo, nomeado “Vozes e tensões na configuração do romance”, de cunho analítico, discorre sobre os elementos da narrativa que se revelam como tensões individuais e sociais, a exemplo da linguagem romanceada de algumas personagens e outros feitios absorvidos pela expressão literária, na intensa busca por harmonia entre homem e natureza no contexto da civilização moderna.

O terceiro capítulo, “Ensino de literatura: direito incompressível, diretrizes curriculares e pesquisas”, de caráter bibliográfico e analítico, apresenta reflexões sobre a importância da literatura na formação do cidadão, como um direito inalienável. Procurou, também, mostrar a inércia e os avanços dos documentos oficiais que orientam o ensino de literatura no Brasil, além de evidenciar a atual problemática em que se encontra o ensino de literatura brasileira, a partir de leituras e reflexões de estudos realizados nas últimas décadas.

O quarto capítulo, chamado “Ensino de literatura: da formação docente aos leitores do romance Macau”, apresenta de maneira empírica o relato de estágio no Ensino Superior, a recepção que o romance Macau teve diante de leitores contemporâneos e propostas de ensino para o referido romance na Educação Básica.

*Portal CCNS


Comentários