VOCÊ SABIA QUE CEARÁ-MIRIM NUNCA FOI EMANCIPADA? VEJA A LEI DE 1858




Em 3 de setembro de 1759, o município foi criado oficialmente, através de alvará, e instalado em 3 de maio de 1760, na antiga aldeia de Guajiru, tendo por sede a vila de Extremoz. Em 18 de agosto de 1855, a sede foi transferida para a povoação de Boca da Mata e passou a chamar-se vila do Ceará-Mirim. A transferência para vila de Ceará-Mirim foi suspensa através da Lei n° 345, de 4 de setembro de 1856. Após dois anos foi novamente confirmada pela Lei n° 370, de 30 de julho de 1858.

VEJA A LEI DE 1858
A lei provincial n° 321 de 18 de agosto de 1855, sancionada pelo presidente da província do Rio Grande do Norte, Antônio Bernardo Passos, promoveu a mudança elevando a povoação da Boca da Mata a categoria de Vila do Ceará Mirim. No dia 23 de maio de 1882, graças a um projeto de autoria dos deputados Augusto Leopoldo e Galdino Procópio do Rêgo, elevou a Vila de Ceará-Mirim à categoria de cidade de Ceará-Mirim(*), que significa o rio pequeno Ceará, que é para diferenciar da capitania do Ceará. 

Em 04 de abril de 1963, pela Lei número 2.876/1963, a Vila de Ceará - Mirim, assim como era denominado o Povoado de Extremoz, desmembrou-se do município de Ceará - Mirim e conquistou a emancipação política, após 211 anos de fundação.

TODO TEMPO A LEI FALA EM CRIAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE NOME E SEDE NÃO DE EMANCIPAÇÃO. ACORDA ATÉ ISSO NOSSOS GOVERNANTES ERRAM.  

AO LONGO DO TEMPO O MUNICÍPIO FOI MUDANDO DE NOME E SEDE MAIS SEU TERRITÓRIO PERMANECE. SE CEARÁ-MIRIM TIVESSE SE EMANCIPADO DE EXTREMOZ COMO FOI QUE EM 1963, EXTREMOZ SE EMANCIPOU?



http://adcon.rn.gov.br/ACERVO/secretaria_extraordinaria_de_cultura/DOC/DOC000000000111694.PDF

Comentários