segunda-feira, 14 de julho de 2014

EM NATAL/RN: Prefeitura retoma projeto de mudanças no bairro Alecrim


Pedestres, carros, caminhões e camelôs, todos disputam algum espaço entre as ruas e lojas do bairro do Alecrim, na zona Leste. O cenário caótico visto quase diariamente num dos principais centro comerciais da cidade tem planos de mudança com reestruturação e construção do shopping popular, abrigando todos os camelôs, no ano que vem.
Mas, em abril passado, a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) começaria a fazer reordenamento e catalogação dos ambulantes. Porém, de acordo com a assessoria de imprensa, o censo sobre o bairro ficou para o segundo semestre deste ano e deve ser concluído até dezembro.
Segundo a secretaria, estava na programação fazer o censo do Alecrim no segundo trimestre de 2014, mas uma recomendação do Ministério Público Estadual indicou que fosse feito primeiro o reordenamento dos ambulantes da orla natalense, que estaria em situação crítica e aproveitando as obras em andamento. Já feito em Ponta Negra, agora o trabalho se concentra nas praias do Meio e do Forte, para seguir até a Redinha, onde terminará. Na sequência, o levantamento dos ambulantes – também já feito nas proximidades do Midway e na Cidade Alta – segue para o Alecrim.
Porém, para este mês, o órgão promete reformar as instalações elétricas dos camelódromos do Alecrim e do Centro da Cidade, seguindo recomendação do Corpo de Bombeiros. A adaptação é necessária devido à alta demanda de energia, além do que foi projetado. A expectativa é começar ainda esta semana.
De acordo com a Semsur, o projeto prevê a construção de um shopping popular de cinco andares, com estacionamento e capacidade para abrigar todos os camelôs do bairro, que de acordo com a Associação dos Empresários do Bairro do Alecrim (AEBA), são em torno de 1,5 mil. O prédio seria onde hoje funciona o chamado Mercado do Fogo, na esquina da avenida Coronel Estevam (av. 9) com a avenida Presidente Quaresma (av. 1).
Com informações da Tribuna do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores